Voz interior

Quando você estiver em apuros e andar de um lado para o outro sem saber o que fazer, quando, já muito estressado, nenhuma palavra restar em sua boca, peça ajuda. Existe entre nós uma força que não sabemos de onde vêm, e é justamente essa força que vai ajudar a enfrentar seu problema.

Quando você estiver indeciso, andando pela rua sem saber o que fazer da vida, questionando suas atitudes, chorando porque acredita que não tem mais força para seguir em frente, peça ajuda. Talvez, nessa solidão à parte não recorde de nenhum amigo, talvez não tenha vontade de falar com ninguém o que se passa, no entanto, aquela força aparecerá na hora em que você estiver prestes a cometer uma loucura. Essa força é sua voz interior, acreditem, essas vozes nos ouvem.

Quando você sentir que está com vontade de chutar o balde e embarcar no desconhecido, pergunte a sua voz interior: “É isso mesmo que devo fazer?”. Quando você estiver com as mãos sobre a cabeça, prestes a ligar para o maldito número registrado no celular, respire fundo e se pergunte: “Devo ligar?”.

Talvez nenhuma resposta apareça de imediato, talvez você vá dormir sem sono, chorar mais um pouco porque ainda tem muita raiva guardada ou vá tomar um banho e naquele contato com você mesmo sentirá uma paz que tanto procurava.

Quando sentir uma vontade de chorar e, em meio àquele pranto, pergunte a si mesmo se é sofrimento ou drama. Tem diferença. Drama exige um choro fingido e geralmente precisa de palco e holofotes, diferentemente do sofrimento que, sem pudor algum, parece quando menos se espera. Nessas horas a melhor coisa a se fazer é respeitá-lo.

Quando você estiver em lugares que não combinam com seu repertório, quando sentir um incômodo, quando exigirem explicações de suas atitudes, e você chorando por dentro, pergunte ao indivíduo se ele sabe o que é voz interior. Provavelmente não entenderá, mas você inteligente interpretará quão esta pessoa sabe pouco de si, e por saber pouco de si, ataca os outros.

Quando você sentir que deve mudar o rumo, quando estiver numa crise existencial e surgir à vontade de experimentar outras tribos e conhecer outras pessoas, pergunte para sua voz interior: “Devo seguir em frente?”.

Acredite, nossa voz interior responde. Talvez a resposta não chegue de imediato, talvez o deixe mais confuso, mas uma hora responde. A voz interior escolhe sempre o momento inapropriado para responder.

Quando você estiver com pessoas que não combinam, quando sentir-se desajeitado com o amor da sua vida e sentir-se incomodado com a vida que anda levando. Acredite: é sua voz interior respondendo.

Comments

comments

Deixe uma resposta